Era diferente, até ser igual a todos os outros.

Faz falta saber que você falava de mim com algum orgulho para os amigos, mesmo que fosse por causa de uma boa caipirinha fiz. Na frase ‘minha mina’, o pronome possessivo me soava muito bem vindo de você. Foi bom me sentir o motivo do seu entusiasmo, não importa para o que. Era bom saber que você estava lá comigo, nem que fosse para fazer alguma coisa meiomaluca, que envolvesse falta de pudor e risco, apenas porque a vontade era muito grande… E olha que chegamos perto de dar errado. … More Era diferente, até ser igual a todos os outros.