Era diferente, até ser igual a todos os outros.

Faz falta saber que você falava de mim com algum orgulho para os amigos, mesmo que fosse por causa de uma boa caipirinha fiz. Na frase ‘minha mina’, o pronome possessivo me soava muito bem vindo de você. Foi bom me sentir o motivo do seu entusiasmo, não importa para o que. Era bom saber que você estava lá comigo, nem que fosse para fazer alguma coisa meiomaluca, que envolvesse falta de pudor e risco, apenas porque a vontade era muito grande… E olha que chegamos perto de dar errado. … More Era diferente, até ser igual a todos os outros.

A última ligação

Leia ao som de Stay Não teve gritos, não teve tapa na cara, uma briga ou um bom motivo. Não houveram pratos voando ou portas batendo como vemos na maioria dos términos cinematográficos. Apenas eu, você, um telefone e quilômetros de distância entre nós. Só a sua respiração do outro lado da linha enquanto eu … More A última ligação

De nós nada restou

Leia ao som de Don’t wait – Mapei ♪ Por mais que a gente insista em guardar algumas memórias, o tempo acaba arrastando tudo como num rio. Nada fica, tudo flui como a água, tudo é levado pela correnteza. Exceto a saudade, essa permanece, por mais que as águas sejam fortes. Todo o resto se vai. Cada lembrança, … More De nós nada restou