Seja feliz e não volte

alone

Leia ao som de Pia Mia – Red Love 

Meu querido.

Nunca imaginei te falar isso, mas como não tive tempo, resolvi escrever. Resolvi soltar em letras, o que minha garganta não conseguiu soltar em voz. Estou te esquecendo, sabia? Você se lembra do tempo em que os meus dramas ficaram demasiados e insuportáveis? Pois bem, não há mais drama para se suportar, foi tudo acabando-se aos poucos, hoje, não me resta quase nada.

Toda a dor, todo o cansaço, todo o amor, toda a confusão e dúvida, foi-se esgotando, se acabando, indo embora, se esvaziando com o passar dos minutos. Fui me contentando com o vazio, depois esse vazio se tornou algo pueril, algo sem estruturas não dura, muito pelo contrário, não se inicia e se iniciado, não será longa a trajetória, será bem breve, como o que nós tivemos.

Lembro-me que disse uma vez, ou algumas vezes, que ser efusivo não era saudável, eu estava tão longe de mim, tão em você, que isso soou de forma tão poética, que um tempo me reconhecia como “o garoto efusivo”. Fui para bares, por incrível que pareça, eu procurava seu rosto diante a multidão, eu queria te encontrar por lá, aqui, ali, mas eu só queria te encontrar. Hoje, olho para a multidão e não te procuro mais, não adormeço querendo sonhar com você, não ouço mais as músicas como se você viesse me abraçar por trás e falar baixo no meu ouvido “essa é a nossa música!”, mesmo há um tempo atrás, você não viria mesmo, imagina agora.

Engraçado, ontem mesmo eu estava conversando com amigos falando que o que tínhamos era muito bagunçado, mas nós dois nos encontrávamos no meio de tanta bagunça, hoje, nos perdemos nela. Você caiu no esquecimento, você foi se distanciando, foi sumindo, foi desaparecendo e não está ruim assim, posso sentir uma dor aqui e outra ali, posso às vezes, chorar querendo um abraço teu, mas como posso ter algo de alguém que já está longe?

Hoje eu me arrumo para mim, hoje eu me agrado com frases bestas, hoje eu dou mais atenção para mim, hoje eu estou morando em mim, e sendo bem sincero, agora estou aqui, arrumando tudo o que eu fiz comigo e não se preocupe, o que é seu, eu tranquei e guardei dentro de um baú, junto com todas as outras decepções que tive na vida.

Te peço somente uma coisa, seja feliz e não volte.
Peço para não voltar, pois vejo agora, a saudade que estava de mim mesmo.
Não volte, pois está tão bom aqui, eu em mim, eu pra mim.
Mas muito obrigado por tudo.

Biogu1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s