Overdose de amor

love

Queria saber se você já teve uma overdose de amor. Não tô falando de paixão inventada, amor transformado, tô falando de paixão explosão, aquela quase doentia, que te transforma, modifica todo seu fisiológico, te deixa doente, a lá pegada D2 :

Aquela coisa na barriga antes de te ver

A balada sempre era melhor se tivesse com você

Perdi a linha, talvez, parei de sonhar

É que com você só vou dormir quando a noite acabar

Pior do que discutir a nossa relação

É sentir que você não tá mais aqui na minha mão

Sempre soube que você não é a solução

O day after era ruim, mas a noite é tão bom

Então vamo aí, que eu tô pro que der e vier

Porque quando a gente junta você sabe como é

Eu tô aqui, pronto pra qualquer emoção,

Cê faz bem pra minha mente, mas maltrata o coração

SIMMM!!! talvez a cocaine, musa inspiradora do rap aí, me ajude a descrever a sensasão de abstinência desse amor, causa de overdose pós overdose precedida por três paradas cardíacas. Convenhamos: não existe sentimento melhor que esse. qualquer amor meia boca que venha depois não é capaz de superar essa explosão que a pessoa te provoca. com ela, o céu é mais a azul, a sua gargalhada é sincera, sem escrúpulos, a sua vontade de transar é incansável, a vontade é de colar no corpo da pessoa, de ser o mesmo ser que ela é.. todas sensações de um amor ~ilusão . Então chegamos ao ponto… ilusão, frustração, tudo ão de negação. o pensamento do ”claro, algo tão bom assim não seria possível comigo”, fermenta na cabeça dos frustrados, os quais acabaram de levar um soco bem no meio das costelas, fazendo o elemento acordar pra realidade.

O day after, como a letra diz, é uma das piores sensações. a recuperação varia, mas costuma ser lenta de modo geral. E os próximos? os próximos serão mornos… esses sim chegando perto do que chamamos de amor em sua pureza, mais adultos, mais apolos, racionais ou mesmo… faixadas. aí já não é mais amor, ou sei lá hahaha enfim, não quero entrar nesse mérito de definir o que é ou não é amor. Pra mim, os mais gostosos são os dionisíacos, explosivos, sem dúvida alguma, mas na não possiblidade da concretização destes, me inclino pro lado do sim, pro lado de alguém que me traga paz de espírito, companheirismo, vida leve…  até aonde vou/vamos aguentar, eu não sei. talvez até o memento em que nos dermos de cara com o antigo filho da puta cochichando no nosso ouvido qualquer sacanagem de beira de esquina.

Pobres de nós, mademoiseles, que caímos de quatro para os canalhas. esses que dominam os seus paranauês, esses que entendem o seu manual completo, esses que sabem, usam e judiam com suas armas de sedução. E principalmente, meninas indefesas, esses mesmos que não mudarão seu jeito cafajeste de ser seja por um sexo profissa, o famoso “chá de pp**”, ou qualquer gravidez ~ escapulida . HAHA

”você diz que amor não dói, mas amor dói no coração”

bioalice

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s