Eu sempre soube

casal2

Foi numa noite dessas em que a gente nunca sabe como começa ou termina, na fila de uma festa estranha com gente esquisita que eu te conheci. Uma garrafa de Whisky na mão e um sorriso largo de embriaguez. Sem máscaras ou fantasia nenhuma. Apenas você e aquele sorriso que escondia muito mais mistérios do que qualquer máscara que pudesse vir a cobrir seu rosto. Eu do outro lado tentando decifrá-lo a todo custo e torcendo pra ser o motivo da sua alegria de agora em diante. Nunca tinha enxergado ninguém como quando olhei naqueles olhos em uma troca que  tinha o poder de responder a qualquer pergunta dessas que paira no ar sem ninguém precisar pronunciar em voz alta.

O que a gente faz quando um sonho parece tão próximo? Aproveita ou deixa escapar entre os dedos? A palavra perfeição te descreveria muito bem. Você era uma dessas raras oportunidades que a vida não dá duas vezes e eu não te perderia de vista por nada. Entre a decepção de pensar que já tinha te perdido e a surpresa de te encontrar de novo, você foi mais ágil e fez acontecer um beijo que seria o primeiro de muitos, tantos que nem percebi quanto tempo passou…O melhor mês do ano sempre traz com ele boas surpresas e os melhores encontros, não sei se por acaso ou destino, o doce outubro te trouxe pra mim. Você foi meu outubro, meu novembro, meu dezembro e alguns outros meses depois cheios de dias e noites encantadas, de planos nunca realizados, de vontades, de sonhos, ciúmes e brigas. Cheios de você e de mim. Talvez você não entenda a referência como não entendia meu pequeno mundo e vício por livros de romance ou filmes clichês. Você nunca entendeu o meu jeito estranho e aquele meu dom de te tirar do sério. Perdoa amor, não poder evitar esse meu carma que eu trocaria por um pouco mais da tua calma ou da sua cama.

Uma vez você me perguntou como é possível se apaixonar a primeira vista por alguém que  a gente nem conhece direito? É incrível como um simples e inevitável encontro ao acaso pode mudar o rumo da nossa vida e a nossa forma de ver o mundo. A verdade é que eu soube assim que olhei pra você numa noite dessas em que a gente nunca sabe como começa ou termina. Era pra ser e que tinha que ser contigo. Que bom que aqueles olhos me olharam de volta porque a gente sempre sabe quando uma pessoa vai passar aleatoriamente em nossa vida e quando ela vai nos marcar pra sempre. Era você e eu sempre soube.

 biome

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s