Não me diga mentirinhas, dói demais!

mentirinhas

Leia ao som de: Bed of Lies Nicki Minaj ft Skylar Grey

Quem nunca contou uma mentirinha que atire a primeira pedra! O nosso dia a dia está cheio dessas pequenas mentirinhas como “Amiga, você está linda!” ou então “Imagina, não foi nada!” (foi sim!) ou “Não estou bravo/chateado(a)!” (está sim!) ou até mesmo um clássico “Eu te amo” dito da boca para fora sem nenhum tipo de envolvimento. Mentimos para nós mesmos, escondemos vontades e até mesmo sentimentos com medo do que as outras pessoas vão imaginar. Algumas são clássicas mentirinhas brancas, mas que se utilizadas com frequência ou se não muito bem observadas causam grandes danos com o passar do tempo.

Como já dizia a música de Cazuza: “Mentiras sinceras me interessam”. O que a gente mais vê por aí são relacionamentos começando tendo como base a mentira, seja para conquistar ou para manter o relacionamento. Alguns mentem para conseguir chegar aonde querem mesmo que seja pisando sobre o sentimento dos outros. Algumas pessoas mentem para começar um relacionamento com a frase clássica “Mas eu sou diferente” ou “Eu não vou te magoar” e acabam caindo sempre no lugar-comum do “Não é você, sou eu” na hora de terminar. São mentiras clássicas que a gente sempre vê. O problema é que mais cedo ou mais tarde a verdade aparece e ficamos sem saber o que fazer com ela não é mesmo? Não seria muito mais fácil dizer que o problema é sim o outro ou então deixar claro o motivo pelo qual você quer terminar ao invés de inventar desculpas? Sim, é claro que seria. Mas, muitas vezes não admitimos a verdade nem para nós mesmos quanto mais para o outro? Não admitimos que ainda amamos alguém porque somos orgulhosos demais para deixar o outro saber disso e ter o poder nas mãos. Mentimos que vamos viajar e fazer trabalho voluntário no Tibete para não ter que encarar a verdade de dizer que não existe mais amor ou que aquela pessoa não mais te satisfaz de alguma forma ou porque você precisa buscar outros ares e outras paixões, mas não sabe como admitir isso. Mentimos porque não queremos estar presos e não sabemos como fugir. Mentimos porque somos humanos e pessoas mentem. Simples assim. É difícil, mas é preciso aprender a lidar com isso e estar preparado para tudo para não nos machucarmos.

Dizem que a verdade é linda e que ela liberta, mas quantos de nós aguenta uma dura verdade? O fato é que não conseguimos conviver com ela, por isso preferimos viver em um mundo de sonhos onde tudo é perfeito. Muitas vezes nós mesmos somos uma mentira. Desejamos tanto ser perfeito para o outro que nos tornamos a nossa própria representação da verdade. Todo mundo tem algum segredo escondido, a questão é saber se você está preparado para descobrir e lidar com ele.  A nossa própria mentira nos destrói. Por que não começar um relacionamento seja ele de qual caráter for, sendo sincero e deixando claro quais riscos o outro está correndo ao chegar perto, isso vai poupar muitas dores de cabeça no futuro. A verdade é que mentirinhas por menores que sejam doem demais e no fim, não é a verdade que liberta e sim a sinceridade. É preciso separar o que é verdade para você, uma vez que ela nunca é absoluta e até que ponto você está disposto a aceitar algo que não seja totalmente verdadeiro. Mentiras sinceras não me interessam! Não mais.

biome

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s