Quando o amor vira mercadoria barata

mercado

Engraçado como o amor se tornou uma coisa tão banal, amor hoje em dia se compra na esquina, no supermercado, enlatado e em caixinha. Mas não se vende respeito, compreensão e cumplicidade. Pessoas se apaixonam e se desapaixonam com tanta frequência e rapidez como trocam de roupa. Amar é mais fácil do que desejar um bom dia. O que mais se vê nas redes sociais são casais se formando, dia após dia e semana após semana e logo menos, esses mesmos casais se desfazem como pó no vento, após juras de amor eterno e declarações avassaladoras, sentimentos que se confundem entre vaidade, paixão e satisfação do próprio ego.

Os relacionamentos estão muito superficiais, todos querem um namoro perfeito, só alegria, só beleza, mas nem tudo são flores e nem todo mundo está preparado pra isso. Quer ter uma namorada linda, mas que não te respeita? Quer um namorado rico que não te ame? Quer um namorado lindo e perfeito que te tenha uma mulher a cada esquina? Tal como a música: “Quer fidelidade, arruma um cachorro. Quer romance, compra um livro. Quer amor, Volta a morar com seus pais…” e como ter um pensamento diferente se o que se escuta em todo o lugar é que se apegar a alguém é como decretar o próprio fim.  É quase uma lavagem cerebral. As pessoas não estão sabendo mais distinguir amor de verdade de paixão, pensam que amam, mas assim que encontram uma pessoa “mais interessante” dispensam a primeira como se fosse algo descartável. Aliás, as pessoas se tratam como descartáveis, como um produto à venda em algum mercado barato.

A verdade é que não existe mais aquele amor a moda antiga ou casais que superam as barreiras do tempo e sabe por quê? Porque a base de um relacionamento feliz é o respeito e a cumplicidade e aceitar os defeitos, tais coisas estão em falta, é muito individualismo no mundo para que possam dar uma chance da pessoa se mostrar e não desistir na primeira dificuldade. Tudo é muito fácil para se ter o trabalho de fazer uma boa escolha, aliás, esse é o erro muitas opções pra escolher apenas uma, tudo estampado na vitrine e no outdoor. Tudo ao alcance de um “Match” em um dos milhares de aplicativos de encontros disponíveis, onde todas as pessoas são lindas, bem sucedidas e felizes. Olhando de longe é tudo lindo, mas vai ver de perto?

Aprender a arte da convivência, aceitar os defeitos, doar-se por inteiro e pensar no outro primeiro. Você sabe fazer isso? Então o melhor é mesmo aprender a conviver apenas consigo e com os monstros internos. Saiba ser uma boa companhia pra si mesmo e assim vai abrir um espaço no seu coração pra que uma pessoa especial possa fazer parte da sua vida e a transforme de um jeito que jamais imaginaria ser possível e quando descobrir que já não pode viver sem ela, vai saber que é o seu amor de verdade então guarde os seus “eu te amo” pra essa pessoa e não desperdice para aqueles que não merecem ou ainda não estão preparadas pra esse sentimento.

Essa é uma adaptação do texto “Amor, quem quer comprar?” Publicado em: 8 Jan, 2013

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s