Carta para minha summer

 

 

summer

Leia ao som de Liah – Por perto

Esse seu jeito de quem anseia por algo que não sabe bem, essa sua vontade de abraçar o mundo e tomar a vida num gole só com sal e limão me conquistou assim de um jeito sem explicação. Eu poderia escrever mil linhas, mil dias, mil vidas e ainda não seriam suficientes para te descrever.  Só sei que aquela noite e você mudaram alguma coisa dentro de mim. Eu mal podia acreditar no que estava ouvindo: Será que você estava mesmo me pedindo um beijo ou era só a minha imaginação? Ah, e como essa imaginação é fértil! Já viajava em nós a partir daquele momento, em que não consegui mais me afastar de ti, dos seus lábios, dos seus abraços e dos seus olhares, perigosos e matadores olhares.

E depois nem percebi como fiquei meio besta com as cores daquelas pontas meio verdes como seus olhos não-tão-verdes-assim; mas que tinham um brilho tão especial  meio assim oriental que me encantava. Desejei morar naquele espaço entre seu decote, que lugar mais aconchegante “Poderia viver aqui pra sempre”  eu dizia. Você apenas sorria e perguntava: “Em meus seios?”.  Não, eu só queria um espacinho no seu coração. É bem ali que eu queria estar quando o mundo inteiro desabasse ao nosso redor. E quanto mais eu descobria mais eu queria mergulhar em você, na sua história, nos seus anseios, nos seus desejos, sonhos e me perder no beijo mais maravilhoso do mundo.

O tempo passava tão rápido e tão devagar ao mesmo tempo, como isso poderia ser possível? Quanto tempo passou desde que te vi pela primeira vez? Quanto tempo passou desde que tomei aquela última gota de tequila da sua boca? Quanto tempo passou desde que me apaixonei perdidamente pelo seu sorriso? Por você… Exatamente 183 dias que passaram num piscar de olhos, como em um sonho bom que você não quer mais acordar. Parece que foi ontem e ao mesmo tempo me parece tão distante, como você de mim.

E mesmo com as lembranças daqueles dias em que eu sonhava de olhos abertos, sem pensar nas consequências em um futuro contigo começando a desaparecer. Mesmo com as últimas esperanças começando a sumir da minha mente, mesmo com você duvidando de mim, ainda continuo te amando mais e mais a cada dia e pedindo pra Deus me deixar ser feliz contigo só mais um pouquinho. Desejando não ser o fim a cada curva do caminho. Continuo insistindo em nós e tentando desesperadamente desatar os nós dessa nossa história, pois por você vale a pena arriscar, pular e cair no abismo de corpo inteiro.

E apesar de todos os problemas, do turbilhão de incertezas que me cerca. Desistir de você nunca foi uma opção. Se eu destranquei a porta pra te deixar entrar, não me peça para abrir a porta pra você sair. Não me faça assistir de camarote você se afastar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s