Feliz dia dos (des)Namorados!

Imagem Dia dos namorados – o dia em que os corações suspiram e lamentam. Um dia comum. Hoje vou contra todos os clichês românticos dedicados ao tema e irei falar sobre o lado bom de se estar solteira (o). Muitas vezes acreditamos que ter alguém ao nosso lado nos faz alguém melhor ou nos fazem mais importantes de certa maneira mas nem sempre é o que acontece, esse tipo de sentimento é fruto da nossa imaginação que foi treinada desde sempre para acreditar que só estamos completos se tivermos um namorado (a). Nada disso, ter alguém é muito bom mas muitas vezes não passa de um rótulo ou um status no Facebook. Costumamos ver tantos casais apaixonados e declarações de amor por aí e isso traz uma certa frustração para quem está sozinho mas nem sempre um namoro são mil maravilhas e nem tudo são flores nessa vida. Não sabemos o que se passa dentro daquele relacionamento, aliás, relações são muito complicadas e cheias de cobranças e de expectativas não correspondidas que, muitas vezes, são maquiadas com presentes no dia dos namorados e declarações vazias pois se forem analisadas a fundo essas atitudes não são preservadas no dia-a-dia daquele casal. O dia dos namorados foi puro e simplesmente criado para alavancar as vendas no comércio, tanto que dizem por aí que são maiores do que no dia das mães, por que será não é? Demonstrações de amor e carinho devem ser feitas com atitudes diárias e não em um só dia em 365 no ano. O fato a se pensar é se as prestações do presente comprado vão durar mais que o namoro ou se vão compensar a dor de cabeça de um chifre mal dado (se foi descoberto, não foi esperto!). Prazer, meu nome é desilusão! Podem dizer… Mas não minha gente, não é desilusão é a realidade! Antes de ficar se lamentando por estar sozinho hoje imagine quanta frustração está sendo poupada e aproveite bem esse dia e a sua sanidade curtindo a maravilha de poder fazer o que quer, de poder curtir sua vida e seus amigos sem precisar dar muita satisfação, não se preocupar com quem ou o que estaria fazendo o seu amor quando não está por perto, não precisar aguentar uma TPM monstra ou aquelas  pequenas diferenças de opinião e até mesmo a opinião dos familiares sobre o relacionamento. Aguentar uma montanha russa de sentimentos ou aqueles altos e baixos de uma vida a dois nem sempre é fácil! Que tal pensar única e exclusivamente em  si mesma (o) nesse dia? O que faz falta é o presente? Então vai lá se dê um presente, faça isso por você! Porque o primeiro; último e único amor deve ser o amor-próprio. Ser solteiro é simples nós que complicamos sempre a vida. Descomplica e seja feliz!

 

biome

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s